Jade Baraldo é brasa pura!

    Em um mundo de loucuras é fácil se perder nas letras de uma canção que fala sobre o íntimo de uma pessoa. Ainda mais, se essa música vem acompanhada de arranjos envolventes, com um quê de sofisticação, que te faz imaginar sentada em um bar de um hotel cinco estrelas, bebendo um vinho em uma noite de inverno.

28165122_1176371399165401_5054274174759748020_o.jpg
Foto: Facebook 

    Todo esse charme acompanha as músicas de Jade Baraldo, brusquense que aos 17 anos deixou o frio de Santa Catarina para se aventurar no calor de 40 graus, do Rio de Janeiro. Hoje, aos 19 anos, Jade vem encantando milhares de pessoas com sua voz doce e músicas que trazem uma pegada sensual e cheia de atitude que remetem ao atual momento de empoderamento feminino.

   Com mais de 220 mil seguidores em sua página oficial no Facebook, Jade sempre teve a música na sua essência, já que seus pais também eram músicos. O sonho de se tornar uma cantora profissional levou Jade ao centro nervoso da produção musical brasileira, o Rio de Janeiro, onde encontrou grandes nomes da música, como o guitarrista Hélio Delmiro, Chico César e Pedro Luís.

  Todo o talento de Jade Baraldo alcançou milhões de brasileiros durante sua participação na quinta temporada do programa The Voice, da Rede Globo. Integrante dos time de Michel Teló e depois de Cláudia Leitte, Jade chegou até a semi-final do programa, que rendeu diversos amigos e uma ótima visibilidade para sua carreira.

   Jade já lançou três musicas autorais e um EP onde traz versões acústicas de suas canções. Em seu canal do Youtube também é possível encontrar uma amostra do trabalho de Jade, com suas inúmeras versões para músicas famosas de artistas como Lana Del Rey, Adore Delano e Lady Gaga.

13335672_779944328808112_6212256723662098874_n.jpg
Jade durante uma de suas apresentações (Foto: facebook)

E neste domingo (10), você curte o som da Jade Baraldo durante o Pirão Catarina, às 18h, pelos 94,9 da Univali FM

Texto por Luana Amorim

 

Acompanhe a Jade: 
Facebook 
YouTube
Spotify
Instagram

Acompanhe o Pirão Catarina:
Univali FM (link extra)
Instagram do programa
Fanpage do Pirão Catarina
Mixcloud do Pirão

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Blame: de quem é a culpa?

    Quando alguma coisa acontece de errado ou após o fim de um relacionamento, a pergunta mais comum nas rodas de conversa gira em torno da interrogação: de quem foi a culpa? Mas, o que ninguém se pergunta é quem foi o verdadeiro culpado para o nascimento de uma banda que vem agitando o cenário do rock alternativo independente em Santa Catarina.

32740299_1864896063587042_8637801684686340096_o.jpg
Da esq. p/ dir.: Geraldo, Vini e Amauri (Foto: Facebook) 

     Vini Rosa, violão, guitarra e vocais, Geraldo Borges, baixo, e Amauri Martendal, bateria, formam a Blame, que surgiu em 2008, na cidade de Santo Amaro da Imperatriz, na grande Florianopólis. “Foi aquela vontade de adolescente de reunir os amigos, montar uma banda e fazer um som, ao lado, é claro, de um garrafão de vinho”, conta Vini. Mas, foi em Floripa, que os músicos fincaram raízes e hoje vem agitando oa cena da música autoral catarinense, seja no palco ou fora deles.

       Com uma mistura de ritmos que transitam entre o rock, o hard rock e o pop, a Blame  já tem dois discos lançados, o EP Não Repare a Bagunça, de 2012, e o CD “Efeito Halo”, em 2014. Todo esse trabalho já rendeu algumas premiações, como por exemplo o troféu de melhor videoclipe no Prêmio da Música Catarinense, em 2015, com a música de nome homônimo ao disco. A faixa que teve clipe dirigido pelo cineasta Antônio Rossa, tem uma pegada forte, com uma letra que fala sobre preconceitos e pré-julgamentos, o que combina com a áura sombria do clipe.

           Para esse ano a banda vem repleta de novidades, como o lançamento da música Alívio, que já tem mais de 73 mil visualizações na página oficial do Facebook. Com um toque romântico, a música marca a nova fase da banda, que acredita nas redes sociais como principal plataforma para a divulgação da música independente. “Nosso plano é lançar apenas singles, sempre com um videoclipe, porque o audiovisual chama mais a atenção das pessoas”, comenta Vini.

WhatsApp Image 2018-05-15 at 20.59.37.jpeg
Equipe do Pirão: Isabela, Isabella, Luana e Liza ,com o Vini, da Blame (Foto: LLC) 

E neste domingo (27), você curte o som da Blame durante o Pirão Catarina, às 18h, pelos 94,9 da Univali FM

Texto por Luana Amorim

 

Acompanhe Blame: 
Facebook 
YouTube
Spotify
Instagram

Acompanhe o Pirão Catarina:
Univali FM (link extra)
Instagram do programa
Fanpage do Pirão Catarina
Mixcloud do Pirão

 

 

 

A vibe regueira da Espírito Rasta

     Com uma história marcada pelo espírito livre de um grupo de estudantes que se reuniu a partir da paixão pelo reggae, a banda Espírito Rasta segue espalhando músicas com mensagens positivas, de amor, fé e esperança. Formada em 2002, em Balneário Camboriú, com Joseh, nos vocais e guitarra, Fernando Ras, na bateria, Billy, nos vocais e baixo, Vinicius Mori, na guitarra solo, Tulio Dornelles e Nilson Júnior, nos teclados, Leandro Barba, na percussão, Rafas Dub, na guitarra e efeitos especiais, a Espírito Rasta acompanha a linhagem do reggae de raíz, inspirada nos ícones do gênero.

IMG_1572

     Depois de muitas experiências musicais e contatos com figuras interessantes do mundo reggae, eles estão de volta ao nosso programa. Em 2016, a banda lançou o EP Reggae é Bom, disponível em todas as plataformas digitais. A música “Reggae é Bom” ganhou um clipe bem bacana, com diferentes paisagens e praias da região de Balneário.

     No disco, todas as canções tem uma pegada do reggae rotos com toques mais pop, e arranjos especiais de percussão e instrumentos de sopro. As músicas trazem letras com mensagens de igualdade, amor e justiça, alguns dos princípios da filosofia rasta. Na música “ As crianças” o arranjo lembra bem essa pegada do reggae roots, e uma letra que diz em um trecho: “humanidade pare de brigar, salve as crianças”. O disco, também tem a participação especial de Dada Yute, músico revelação nacional e internacional, na música “O Som de Jah”. Mesmo com um repertório autoral, a Espírito Rasta segue fazendo shows em tributo ao maior inspirador da banda, Bob Marley. 

IMG_1570

E você confere mais detalhes sobre a banda neste domingão de Dia das Mães (13) às 18h, pelos 94,9 da Univali FM.

Texto por Isabela Corrêa
________________________________

Pirão Catarina:
Univali FM – Instagram – Facebook – Mixcloud

 

Rafael Salvador e seu Doutro lado

   A música tem a capacidade de, assim como a moda, se reinventar a cada ano e a cada estação. Assim como novos talentos surgem todos os dias, o universo musical também sempre procura apresentar para o seu público um novo acorde, uma nova melodia ou um novo jeito compor. E é exatamente com esse espírito de renovação, e com a vontade de mostrar seu “outro lado” que o músico Rafael Salvador , de Balneário Camboriú, apresenta seu mais novo disco, intitulado “Doutro Lado”.

WhatsApp Image 2018-04-27 at 17.41.36.jpeg
Rafael é formado em Música pela Univali (Foto: LA) 

   O disco conta com oito faixas que partem de uma mistura da MPB com diversos outros gêneros musicais como o samba e o pop, e com letras que fazem reflexões sobre a vida e despertam o lado sentimental de Rafael, em parceria com os compositores Gregory Hertel e Bruno Kohl. As participações especiais de músicos como Tó Brandileone, Serginho de Carvalho, Kabé Pinheiro, Selma Fernandes e o pianista João Leopoldo, dão um tom especial ao trabalho.

   Doutro Lado vem com uma identidade inteiramente intimista, que faz com que a pessoa que o escute se sinta próximo do músico, com arranjos simples, mais interessantes. “O disco é a nova forma na qual eu vejo a música hoje”, comenta o músico. A produção ficou por conta de Raul Misturada, com masterização realizada na Alemanha pelas mãos do produtor Alex Martinez.

WhatsApp Image 2018-04-27 at 17.44.47.jpeg
Folder de divulgação do show de lançamento do disco “Doutro Lado” (Foto: Katyanne Karinne Krul) 

   O show de lançamento do disco acontece neste sábado, 28, no Teatro Municipal Bruno Nitz, em Balneário Camboriú, em um espetáculo que irá reunir diversas manifestações artísticas. O espetáculo terá início às 20h e o ingresso custa R$ 15,00. Rafael contou que pretende, nos próximos meses, realizar uma turnê pela região para a divulgação do disco, mas as datas ainda não foram confirmadas.

IMG_1357
Equipe do Pirão, Luana , Nicole, Isabela e Liza, com o Rafael Salvador (Foto: LLC)

E você confere mais detalhes sobre o novo trabalho do Rafael Salvador neste domingo, 29/04, às 18h, pelos 94,9 da Univali FM

Texto por Luana Amorim

 

Acompanhe Rafael Salvador: 
Facebook 
YouTube
Spotify
Instagram

Acompanhe o Pirão Catarina:
Univali FM (link extra)
Instagram do programa
Fanpage do Pirão Catarina
Mixcloud do Pirão

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com o pé na areia e o sorriso no coração

   Com músicas que falam sobre sonhos, natureza e sentimentos profundos, Reijow não esconde o sorrisão ao apresentar as músicas do recém-gravado CD “Pé na areia”. O músico, que é gaúcho mas fixou residência em Balneário Camboriú, é apaixonado pelo mar e pelas coisas simples da vida, e transmite em forma de música, poesias que retratam sua visão sobre o mundo.

WhatsApp Image 2018-04-20 at 17.04.37.jpeg

   Com o primeiro disco autoral lançado em 2012, o músico soma hoje quatro CDs e mais de 40 músicas autorais lançadas, que carregam nas letras sensações puras e simples como em “Início, meio e fim”, “Nosso amor” e “Doce sal”. Em sete anos de carreira, Reijow conquistou milhares de seguidores nas redes sociais e hoje está emplacando o single “Pé na Areia” tocando em várias rádios, inclusive, já é sucesso na Univali FM. O single ganhou um videoclipe que é um verdadeiro cartão postal de Balneário Camboriú e região, com lindas imagens do Morro do Careca, da Praia Brava e outros pontos da cidade.

Junto com Reijow estão os músicos:  Denis Silva Oliveira no contrabaixo, Daniel Butzke na bateria e Juliano Gutheil na guitarra, que o acompanham nas apresentações. 

WhatsApp Image 2018-04-20 at 17.10.37.jpeg

Para conhecer mais sobre toda a história de Reijow  e banda , é só ficar ligadinho no Pirão Catarina, deste domingo (22/04) às 18h, pela Univali FM, 94,9 FM. Não perca!

 

Texto por Nicole Zanon

Acompanhe Reijow: 
Facebook 
YouTube
Spotify
Instagram

Acompanhe o Pirão Catarina:
Univali FM (link extra)
Instagram do programa
Fanpage do Pirão Catarina
Mixcloud do Pirão

 

 

 

 

Machado de Einsten: A ciência do amor

Essa banda, criada em 2014, chama atenção não só pelo nome criativo, mas principalmente pelo bom e velho Rock’n Roll com pegadas progressivas. O vocal marcante e as letras que citam temas sociais dão a cara à Machado de Einstein, composta por Daniel Siebert, Edgar Gomes, Henrique Lopes e Rodolfo Moue. Em 2017, a banda assinou com a Musikorama Music Records, sub-selo rock da Universal Music e VEVO, iniciando as gravações do segundo álbum, “Novo Rumo” produzido pela ODZ Music.

06f48d07-2f9c-4ba4-ad84-a84c74966fe5

Quem assina a produção do disco é Oliver Dezidério, que também faz os arranjos de sintetizador. Outra coisa interessante sobre o álbum “Novo Mundo” é a capa, que parece ser um túnel que aponta para um final brilhante, meio enigmático. Quem fez a arte do álbum foi o designer João Duarte, que já fez a capa dos discos da Angra, por exemplo.

Capa do CD Novo Rumo
Capa do CD Novo Rumo

 

O som da banda recebe referências bem distintas, como por exemplo o Rap / Rock do O Rappa, o grunge do Nirvana, e até o reggae do Dazaranha. Essa mistura de ritmos fica mais evidente em músicas como “Insane”, com uma batida mais hardcore, enquanto a “Novo Rumo” vem mais com uma balada.

Esses dois clipes que estão no Youtube e compõe o novo CD. As letras das músicas fazem menção a temas atuais e relevantes do nosso país, como por exemplo na música “Colheita”, que aborda corrupção.

A Machado de Einstein também participou do projeto Gravando Bandas – Produção Audiovisual de Videoclipes, que tem o intuito de produzir videoclipes para bandas de todo o Brasil.

E você confere a entrevista com o Machado de Einsten, no Pirão Catarina, deste domingo (15) às 18h, pela Univali FM, 94,9 FM. Está imperdível!

Texto por Isabela Corrêa
________________________________

Machado de Einsten:
Site – Facebook  – YouTube – Instagram

Pirão Catarina:
Univali FM – Instagram – Facebook – Mixcloud

O recomeço da O Mundo Analógico

     Vamos imaginar assim: você está na sua casa, em uma bela tarde (ou noite, ou manhã) e de repente abre um perfil que traz como ícone um cangaceiro digital com uma arma apontada diretamente pra você. Pessoas “sensatas” fechariam o celular e sairiam correndo. Mas as pessoas que também tem um quê de loucura, resolvem arriscar, e acabam conhecendo uma banda que traz a positividade, com uma mistura de insanidade e crítica social, em canções que misturam diversos estilos musicais.

27173942_1304838702951576_8390150051871063356_o.jpg
Integrantes da “O Mundo Analógico” (Foto: Facebook da banda)

   De Criciúma, O Mundo Analógico está há mais de dez anos na estrada, sempre mantendo o clima californiano e a personalidade forte em suas canções. Formada por Rafael Ronchi, no vocal, Jonas Roque e Marc Furtado, nas guitarras, Victor Rafael, no baixo, Gilson Naspolini, na bateria, e Rodinei Albano, no trompete, a banda navega à vontade pelo ska, reggae e punk rock.

   O nome surgiu inspirado na música Analog Boy, da RX Bandit. “A gente era fã dos caras, aí colocamos o nome da banda de Analog World. Só que um dia a gente foi tocar na praia do Rincão, e fizeram uma chamada na rádio, e o cara falou Adalogy Word, foi muito bizarro, daí a gente decidiu transformar o nome para o português e ficou assim, O Mundo Analógico”, conta Rafael. O tom pra cima das músicas, refletem também a personalidade dos integrantes, que durante a entrevista, divertiram a produção com seu jeito espontâneo e divertido.

   Em 2012, a banda lançou seu primeiro disco intitulado “Nosso Mundo”, com 12 faixas.  Já em 2018, o sexteto vem com energia renovada e traz um som mais pesado no álbum “O Recomeço de Tudo”, que representa uma nova era para O Mundo Analógico. “O conceito desse CD é justamente isso: o Recomeço de Tudo. É botar fogo em tudo e jogar pra si essa responsabilidade de recomeçar”, afirma Ronchi.

28378333_1326697807432332_1844850702074628803_n.jpg
Capa do disco “O Recomeço de Tudo” (Foto: Facebook da banda)

  Também com 12 faixas, o disco traz letras recheadas de críticas sociais, positividade, histórias de velhos amores e também uma música especial dedicada ao ex-técnico de som da banda, Daniel de Freitas Brum, intitulada D.F.B. A música discute problemas sociais com arranjos de berimbau, em homenagem póstuma a Daniel, que também era professor de capoeira. O disco ainda conta com diversas participações especiais, como de Karoline Calegari, Dijjy Rodriguez e Cal Will.

    A banda vem planejando diversos shows para lançar o CD para os próximos meses, em várias cidades do estado. O primeiro deles, está previsto em abril, no Beco Bar, em São José, no dia 13/04.

E você confere a entrevista completa com O Mundo Analógico no Pirão Catarina, dia 08/04, às 18h, pelos 94,9 da Univali FM

Texto por Luana Amorim

 

Acompanhe O Mundo Analógico: 
Facebook 
YouTube
Spotify
Instagram

Acompanhe o Pirão Catarina:
Univali FM (link extra)
Instagram do programa
Fanpage do Pirão Catarina
Mixcloud do Pirão